sexta-feira, 3 de abril de 2009

Parentesco da alma

.
.
“Mais tarde eu saberia que certas experiências se partilham - até mesmo sem palavras – só com gente da mesma raça.
O que não significa nem cor nem formato de olho nem tipo de cabelo, mas o indefinível
parentesco da alma.”
.
Lya Luft
in “Mar de Dentro”
.

2 comentários:

Úrsula Avner disse...

Belíssima frase da Lya Luft. Sou fã dela e já li este livro Mar de dentro que é lindo , assim como vários outros que ela já escreveu. O parentesco da alma é que mantém intimamente ligadas pessoas que ás vezes, nunca se viram, mas se amam. Abraços.

Dalva disse...

Oi, Ursula!

Também sou apaixonada pela Lya, e esse livro dela é o meu favorito!

Somos "parentes da alma" através dessa nossa admiração por Lya e Mar de Dentro"

Um beijo grande e uma excelente semana!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...