quarta-feira, 24 de março de 2010

Segredos

.
Aída, by Rafal Olbinski
.
- Onde moram os segredos?
.
Em mim descobri que a lembrança de meus pais mora em meus pulmões.
Os sonhos habitam meus pés.

O lugar dos desejos é na coluna. E eles chegam à pele. Afloram como brotoejas.

As saudades vivem em meu estômago e fígado.

Os medos, nos meus intestinos.

O amor, no meu sangue. Os rancores, também.

Meus segredos enfeitam meu corpo inteiro. São pingentes de madrepérola.
.
Luciana Bortoletto
.

6 comentários:

[ rod ] ® disse...

Não sei dizer porque, mas lembrou-me a descrição deste texto:

"Hoje vou para o mercado velho expor o meu corpo em pedaços, cada um bem identificado por uma etiqueta com nome e valor.


Tenho esperança de realizar uma boa transação. Há tanta coisa lá para trocar pelos pedaços ainda em bom estado deste meu corpo.


Inteiro não tem muita utilidade, mas assim a retalho é precioso, em particular a mão direita, o crânio, o sexo e o coração.


Oxalá ninguém queira comprar por atacado todos os pedaços: é que não sei onde guardei as instruções de montagem."




- Carlos Alberto Machado - Talismã - Lisboa - Assírio & Alvim, em 2004



Um beijo moça e aproveito e convido-te:




Hoje tem loucura no blog de quinta..r.s.

Hoje tem Confraria!

http://confrariadostrouxas.blogspot.com/2010/03/louco.html

Jr Vilanova disse...

Que lindo! Onde estariam meus sentimentos agora, hein? Preciso de um estudo corporal assim!
...
Dalva, mudando um pouco de assunto: OBRIGADO! Sua gentileza foi sem comentários! Saiba que o banner que me fez com carinho já encontra-se enfeitando a sidebar do CI... a má notícia é que não está conseguindo acessar o blog, mas também espero que isso seja momentâneo! Mas não se preocupe, tomei a liberdade de postar parte do seu comentário!
Brigado mesmo!
Um beijo!
Jr.

Georgia disse...

Bonita comparacao.

Boa noite.

Jota Sena disse...

Olá Dalva.

Dalva, isto me fez lembrar, das velhas colchas de retalhos... Que hoje estão guardadas, sem revelar os muitos segredos de dois seres, que delas fizeram uso.

Abraço e até mais.

Tucha disse...

Os poetas sempre conseguem dizer tudo como uma delicadeza surpreendente.

Juliana Lira disse...

Que luxo essa poesia!Acho que meus segredos também moram aí.

Milhões de beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...