segunda-feira, 14 de junho de 2010

Feminino Plural - As "Pin up girls"

.
Quem são as "Pin Up Girls" de ontem e de hoje?
.
Para falar sobre as Pin Up Girls precisamos voltar no tempo... mais precisamente ao final do século 19, quando as dançarinas e as estrelas do teatro de revista eram transformadas em super-stars, fotografadas para revistas, anúncios e propagandas, cartões e até maços de cigarro.
.
.
Foi em Paris que tudo começou... Alphonso Mucha e Jules Cheret criaram as primeiras imagens de mulheres em poses sensuais para alguns Posters, com seus desenhos ricos em traços e detalhes. A partir daí a coisa foi evoluindo, dos Posters aos calendários trazendo desenhos de mulheres com as silhuetas que povoavam o imaginário masculino da época.
.
E foi justamente daí, do ato de pendurar estas ilustrações na parede que o nome "Pin-Up" surgiu.
Ficheiro:Pin-up 1.jpg
Posters e calendários sempre animaram o universo masculino. Os soldados americanos da Segunda Guerra Mundial sonhavam com eles em pleno campo de batalha. E assim os desenhos foram alcançando campos diferentes, como as fuselagem dos aviões dos combatentes, povoando garagens e casernas.
.
.
Mas foi nos anos 40 que elas, as Pin Up Girls ("garotas penduradas") atingiram o auge do sucesso. Naquela época ser fotografada nua, ou mesmo exibindo as pernas, era considerado uma atitude subversiva, um verdadeiro atentado ao pudor... e os lápis davam forma a essas mulheres, que foram apelidadas, carinhosamente, pelos soldados americanos, de "armas secretas"... já que eram um alívio para eles que arriscavam a vida nos campos da Segunda Guerra Mundial. Betty Grable foi uma das mais populares Pin Ups da época, e um de seus posteres tornou-se onipresença nos armários destes soldados.
.
Betty Grable, inocência e sensualidade no olhar, foto pinup
Betty Grabel
.
Ser uma Pin Up era bastante simples e claro: a garota tinha que ser sensual e inocente, ao mesmo tempo. Uma Pin Up jamais poderia ser vulgar ou se oferecer ostensivamente... no máximo poderia ser "convidativa"!
.
.
Tinham traços sofisticados, vindos da art-nouveau, e eram vestidas com peças de roupas que deixavam sutilmente à mostra as grossas pernas e as cinturinhas finas... tudo para alimentar a fantasia dos marmanjos!
.
.
Logo, logo deixaram as ilustrações de papel e ganharam vida, encarnadas pelas atrizes, como Marilyn Monroe, ou fotografadas como as voluptuosas Bettie Page...
.
Marilyn Monroe e Betty Page
.
As pin up girls marcaram não só o universo masculino, povoando sua imaginação, mas foram importantes para a própria maneira das mulheres da época verem a si mesmas. Elas descobriram que era possível posar para uma fotografia longe dos fogões e geladeiras...
.
.
No início do sec. XX a sensualidade era reprimida no Ocidente de um modo radical e era comum ter cartõezinhos de Pin Up Girls escondidos no armário...
.
.
Após a segunda guerra mundial, desenhos de mulheres eram apresentados em revistas: o que não se podia ser mostrado em público, era revelado ali como arte! E em pouco tempo granjearam a aceitação da sociedade. Assim as Pin Up Girls ganharam seu lugar e passaram a usar os seus trejeitos em proveito próprio. Era puro delíro!
.
..
Os desenhos eram uma fonte de humor mesclado com inocência "maliciosa"...
.
.
Mas... o tempo passou... e a moda mudou... o advento da alta-costura e das modelos magérrimas destituíram o posto das Pin Up Girls. E mais: tornaram-se politicamente incorretas as imagens de mulheres em poses para agradar os homens, como simples objetos escravizados em soutiens de enchimento.
.
Mas, eis que hoje estão de volta... Apesar de continuarem querendo ser muito magras, influenciadas pela indústria e pela mídia, as mulheres sempre estão em busca de sua feminilidade plena. A tendência retrô apresenta hoje modelos semi-nuas segurando sorvetes fálicos gigantes, com a cintura fininha e um sorriso inocente e provocante, revelando um fascínio meio despudorado, sejam elas atrizes, cantoras ou modelos...
.
Katy Perry
.
Dita Von Teese
.
Scarlet Johansson
.
Salma Hayek
.
Lindíssimas, não?

.

6 comentários:

Chica disse...

Que lindo e interessante!Bom rever ...beijos,chica

Pandora disse...

Parece Mentira!!! Mas, vc acredita que outro dia estava vendo está parte de seu blog e pensei: "bem que podia falar das Pin Up Girls!" e cá estão elas!!!

Massa, gostei muito...

Luma Rosa disse...

Muito bom!! Dia 21 de Abril foi aniversario de Betty Page!! Ah, ela virou evangélica e vi numa mostra de HQ alguns trabalhos bem legais dela!!
Está tudo bem por aí? Beijus,

Georgia disse...

OI Dalva, muito legal esse assunto. Eu me lembro que quando crianc ao passar em frente a um oficina de carros minha mae mandava eu virar a cara para nao ver os cartazes presos nas paredes.

Bjao

Jr Vilanova disse...

Dalva, as "Pin up girls" do século 19 da sua postagem são lindas! Seu texto está encantador, aliás todos do “Feminino Plural” arrasam, sim? Parabéns novamente, minha amiga!
Jr.
Os: Obrigado pelas palavras super carinhosas. Fico sempre muito agradecido!

Tucha disse...

A beleza se modifica mas permanece, e as belas estão sempre ai para despertar fantasias masculinas (e femininas) e encantar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...