terça-feira, 23 de outubro de 2012

Das coisas simples



SOBRE O SENTIDO INTERIOR


“O meu sentido interior predomina de tal modo sobre os meus cinco sentidos que vejo coisas nesta vida – acredito-o – de uma forma diferente de outros homens. Há para mim – houve – toda uma riqueza de significações em coisas tão ridículas como a chave de uma porta, um prego na parede, os bigodes de um gato. Há para mim toda a plenitude de sugestões espirituais numa galinha que atravessa a rua com os seus pintinhos. Há para mim todo um significado mais profundo do que os próprios receios humanos no cheiro do Sândalo, em latas velhas, num monte de lixo, numa caixa de fósforos deixada numa valeta, em dois papéis sujos que num dia de vento esvoaçavam e se perseguem pela rua abaixo.”

Fernando Pessoa


4 comentários:

Lilá(s) disse...

É Fernando Pessoa e está tudo dito...
Bjs

Georgia Aegerter disse...

Muitas das vezes pensamos tudo isso, sentimos tudo isso, só nao fizemos como Pessoa: colocar esses sentimentos em palavras.

Tudo bem contigo?
Como está o netinho?

Te desejo uma semana abencoada.

Bjos

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Tudo do cotidiano, da vida comum, magnificamente interligado ao sentido interior, posto em palavras, pelo grande poeta.
Um abraço, Dalva,
da Lúcia

Elliana Garcia disse...

Oi, te respondi lá na minha página. bjs.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...