terça-feira, 30 de abril de 2013

O Sabor e o Saber


Simplesmente, não sei: embora raras vezes eu já consiga entrar nele, sinto que este é um dos lugares de maior descanso, de maior abertura, de maior oportunidade, para onde a liberdade de vez em quando me traz.


A vida é tecida com os fios disponíveis de cada agora
De cada respiro. 
De cada ação. 
De cada acontecimento. 
De cada sabor. 
É essa tecelã que olha para você neste instante e me olha também. 
O que ainda não veio, quem sabe? 
Eu não sei.

Sabor é o presente. Saber é quando a gente desembrulha.

Ana Jácomo


2 comentários:

Edilma Maria disse...

O sabor da vida é o que a gente aprecia. É o que a gente olha como se fosse novo, embora tenhamos passado várias vezes pelo mesmo local...
Bom feriado pra você!

;]
bjos

Jota Sena disse...

Bom dia Dalva!

Viver a cada segundo diante deste tear universal,tecendo os segundos vindouros é uma arte...que sera desvendada e vivida no amanhã.

Abraços e um bom feriado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...