terça-feira, 11 de julho de 2017



Podes vir pousar na minha varanda, ave tranqüila.
Nesta casa ainda se entende a linguagem livre dos caminhos.
Vem ao fim da tarde, à hora dos cinqüenta anos,
quando é mais evidente e clara a lucidez do desejo,
antes de vir a noite, a noite imensa com as suas insígnias aberrantes,
e em cada um de nós se formar, enfim, a visão perfeita da tristeza.

Ernesto Sampaio


Credito da imagem: arte de Angela Multon

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...