segunda-feira, 27 de abril de 2009

Dualismo

.
.
"Quem é essa, agora, que dentro de mim me assuta e me atrai?
Sorrateira, ela sou eu ou é alguma sombra que me segue como um bicho
rastejando nos calcanhares de minha alma?
Lá está, lá está, e sabe tudo, faz tudo:
eu sou apenas ferramenta, garganta pela quel ela chama, chama, chama.
.
A quem deseja, a quem busca, a quem quer?"
.
Lya Luft
..

2 comentários:

Úrsula Avner disse...

Querida Dalva, esta postagem eu não poderia deixar de comentar porque adoro a Lya Luft. Tenho quase todos os livros dela. Me identifico muito com o estilo de escrita dela e acho que ela é profunda em suas reflexões, como eu gosto de ser quando escrevo. Bjs na alma.

Dalva disse...

Oi, Ursula!

Empatamos nessa admiração pela Lya. Adoro o estilo leve e ao mesmo tempo profundo de sua obra, da qual também sou assídua leitora, e o livro dela de que mais gostei até agora foi "Mar de Dentro".

Beijos, querida!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...