quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

"Rosas"



A Agência Amnesty Sweeden publicou estes posters contra a circuncisão feminina, esta prática terrível que ainda existe em alguns países da África.

O que é a circuncisão feminina?
.
É uma tradição cultural milenar que extirpa o clitóris e lábios vaginais das mulheres, deixando apenas um espaço para as funções orgânicas. É realizado por certos grupos étnicos e consiste em remover uma parte maior ou menor dos lábios – as dobras macias de pele ao redor da vagina – e o clítoris da mulher ou de uma menina. É cultivada na África, Península Arábica e Zonas da Ásia. A sua prática está cercada de silêncios e é vivida em segredo. Manifestar-se contra esse costume é difícil e, às vezes, perigoso para mulheres ou homens que se opõem. Em muitos casos, são acusados de ser contra as tradições ancestrais - dos valores familiares, tribais, e mesmo de rejeitar seu próprio povo e sua identidade cultural.


Não há uma idade certa para a cirurgia, pode variar de recém-nascidas, pré- adolescentes ou mulheres adultas. É importante considerar que sem essa cirurgia a mulher é considerada inapta para casar, segundo as tradições.

Essa tradição cultural elimina o prazer sexual das mulheres e traz sérios riscos a sua saúde: dores fortes, cólicas cíclicas lacerantes, gravidez e partos com alto índice de morte, entre outros.
.

Há quatro tipos de circuncisão feminina:

Primeiro grau – remoção da parte superior do clítoris – isto é semelhante à circuncisão masculina.

Segundo grau – remoção completa do clítoris e de parte dos pequenos lábios.

Terceiro grau – remoção completa do clítoris e dos pequenos e grandes lábios.
.
Quarto grau ou infibulação – isto consiste em suturar os dois lados da vulva após a remoção do clítoris e dos pequenos e grandes lábios. É deixado um orifício pequeno para a menstruação.

A partir do segundo grau, estamos falando em mutilação.

A idade da circuncisão varia de acordo com o grupo étnico. Pode ser desde os sete dias de idade até quando se dá à luz pela primeira vez. Geralmente são as mulheres mais velhas que se encarregam deste ritual. Usam objetos afiados como facas, lâminas de barbear ou certas plantas.
.
.
As razões para a circuncisão

Muitas razões são dadas. No entanto, o objetivo principal é manter a mulher em submissão ao homem. A circuncisão impede a mulher de desfrutar do sexo na sua totalidade e sendo assim, as mulheres têm uma vida sexual de completa resignação. São mais dóceis porque sentem menos prazer.

No caso da infibulação, é para garantir a fidelidade da mulher. Na verdade, cada vez que o marido sai em viagem ele realiza a infibulação e no seu retorno ele ‘rasga’ os pontos.

As complicações

Imediatas…

1) sangramento grave, às vezes resultando em morte;
2) ferimentos causados a órgãos vizinhos como a uretra e reto;
3) infecção devido à falta de higiene, sendo a mais séria o tétano.
.

Posteriores…

1) dores severas durante as relações sexuais;
2) problemas sexuais e emocionais, pois a mulher não sente desejo nem prazer;
3) infecções vaginais repetidas;
4) fístulas;
5) riscos durante o parto.
.

Milhões de pessoas bem intencionadas são desinformadas, o que as levam a crer que essa prática é benéfica. Para a cultura ocidental uma forma de mudar esta mentalidade é educar as mulheres mais velhas que perpetuam esse costume, bem como os homens, mostrando os danos físicos e psicológicos.A educação e o diálogo são as únicas armas capazes de enfrentar e transformar a realidade dessas mulheres. Normalmente, é o pai que paga para a realização da "cirurgia", para que possa casar suas filhas com homens que não aceitam mulheres incircuncisas.
.
É mesmo inacreditável... como pode ainda existir algo deste tipo, no mundo de hoje...? Os assuntos que envolvem aspectos culturais são sempre muito polêmicos e controversos, e frequentemente um terreno perigoso para opiniões e posicionamentos; portanto, o objetivo deste post não é apenas provocar a indignação... é também uma forma de demonstrar solidariedade.
.
.

3 comentários:

Menina Travessa disse...

Noooossa! Por essas e outras levanto as mãos para o céu por ter nascido no Ocidente e num cultura beeeeeem liberal! Não concordo com esse tipo de procedimento. E acho q as pessoas q fazem tb não deviam concordar. Onde já se viu, se vou correr o risco de matar minha própria filha pra garantir q ela vá se casar?! Mas é como vc disse, tradições e aspectos religiosos, são um terreno perigoso para opiniões controversas... Mas continuo achando isso pura crueldade MACHISTA!! O homem q exige esse tipo de coisa para se casa não está preocupado com a parceira. quer apenas um "aparelho reprodutor" e uma governanta gratuita para a casa. Fico revoltada com esse tipo de coisa...
Adoro seus posts! Nem sempre comento pq faço isso do trabalho e ás vezes só dá pra ler.. Mas estou sempre por aki! Bjks
Tem selinho pra vc lá no blog!!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Queridos amigos,

É com aquele SORRRISO ENORME que viemos dar as boas novas. O Néctar da Flor ganhou o 1 lugar na Gazeta dos Blogueiros. Não teríamos chegado a essa colocação se não fosse o apoio e a consideração de todos. Queremos dizer que o troféu não é nosso, o número 1 faz parte de uma família que construímos nessa blogosfera. Então, meus amigos, somos o número exato pra multiplicação exata de carinho.

Beijos jogados no ar, SEMPRE!

-

Fernando Campanella disse...

Muito obrigado, Dalva, fiquei imensamente feliz com tua indicação. Puxa, entrei em Junho na blogosfera, uma maneira de compilar e mostrar meu trabalho, e tantas pessoas , tanta coisa bonita, tenho conhecido. Uma delas, com certeza, é vc, cuja visita sempre me dá muita alegria e prazer. Muito obrigado, querida amiga, de coração.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...