quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Gatos - "modo de usar"


"O gato chega à porta do quarto onde escrevo.
Entrepara... hesita... avança...
Fita-me.
Fitamo-nos.
Olhos nos olhos..."

(Mário Quintana)



"O menor dos felinos é uma obra-prima"
(Leonardo da Vinci)

E quem resiste? Charmoso e sedutor, o gato, se comparado ao cão, foi um animal que demorou a ser domesticado. Primo distante dos grandes felinos selvagens, nem por isso perdeu as características originais: o caminhar silencioso e delicado, o poderoso instinto de caça, as unhas retráteis.

O gato me intriga, com sua beleza e seus mistérios. Há quem diga que tem sete vidas... e que gato de pelo preto dá azar. São muitas as crendices e folclore sobre esses bichanos. Eles são mesmo fascinantes e por trás de seus olhos brilhantes existem muitos mistérios...


Terá ele sete vidas?

Gato só tem uma vida – e bem menor que uma vida humana. Vive entre 10 e 15 anos. Essa crendice das 7 vidas vem da capacidade que eles têm de sobreviver a situações de perigo: são capazes de sair ilesos de uma grande queda, graças ao “efeito planador” que ele consegue quando abre bem as quatro patas e aumenta o atrito com o ar, amortecendo o tombo.


Gatinhos precisam tomar leite?

Só se for da mãe deles e apenas enquanto eles forem bebês. Muita gente alimenta filhotes com leite de vaca. O resultado é desastroso: como o estômago dos felinos não digere lactose, o leite costuma causar diarréia, a maior assassina de gatinhos recém-nascidos. Por isso, nada de oferecer leite de caixinha ao seu bichano. Se ele ainda não tiver dentes, dê ração sólida para filhotes, umedecida em água filtrada.


Gato preto dá azar?

Nem todo mundo acredita nisso. No Japão e na Inglaterra, quando um gato preto atravessa o caminho, é um sinal de sorte. Aqui no Brasil, o felino preto paga o preço de ter sido associado à bruxaria durante muitos anos. Por conta dessa crença boba, as entidades protetoras dos animais vivem cheias de filhotinhos pretos encalhados, à procura de um dono carinhoso que não ligue para superstições.


Quando ele fica de barriga para cima...

Esse é um mimo guardado a donos muito queridos. Afinal, gatos são reservados quanto às suas partes íntimas e não saem por aí mostrando a barriga para qualquer um. Esse é um sinal de que eles estão seguros e confiantes.



Se ele arrepia os pêlos...

As pessoas costumam sentir medo ao ver um gato com pêlos eriçados ao longo da espinha e do rabo. E elas têm toda razão. Estufar a pelagem é uma maneira que os bichos encontram de parecer maiores e mais ameaçadores. É encrenca na certa!


E se ele balança o rabo...

Movimentos descontraídos indicam gato satisfeito. Se ele insistir em colocar o rabo em cima da revista que você está lendo, está tirando uma com a sua cara. Já uma cauda agitada é o último aviso antes de um arranhão.


"Vem cá, meu gato, aqui ao meu regaço!

Guarda essas garras, devagar, e nos teus belos olhos de ágata e aço deixa-me aos poucos mergulhar.

Quando os meus dedos cobrem de carícias a tua cabeça e dócil torso e a minha mão se embriaga nas delícias de afagar-te o eléctrico dorso, em sonho a vejo. O seu olhar, profundo como o teu, amável felino, qual dardo que dilacera e fere fundo, e, dos pés à cabeça, um fino ar subtil, um perfume que envenena envolve-lhe a carne morena."

(Charles Baudelaire)



11 comentários:

Lilá(s) disse...

Um post que me encantou...adoro gatos. A minha gatita já tem 12 anos, faz parte da familia...
Bjs

Tatinha disse...

Dalvinha,
O unico gato que eu gosto é o "meu gato" :)
Um alto, moreno, bonito e sensual!!!
Ah... como eu amor este gato!
Não gosto de gato bicho! Tenho historias com este bicho que não são assim... como posso dizer, boas de se recordar!
Beijão menina!

Jota Sena disse...

Olá Dalva boa noite!

Dalva, quero aqui agradecer tua visita!
E dizer, que gostei das dicas, sobre este felino maravilhoso, e de olhar misterioso...

Um abraço e até +

DILERMArtins disse...

Mas bah, guria.
Em alguns lugares falam em nove vidas!
Sou gateiro de carterinha, atualmente tenho quase vinte...
Abração.

Chica disse...

Que lindos gatos e ficou lindo o post. um beijo,tudo de bom,chica

Menina Travessa disse...

Olá Dalvinha!!! Adoro gatos! Tenho cinco: Mika, Alfinete, Azeitona, Magrela e Bolinha. Todas as fêmeas (4) são pretas e um macho branco.Liiiiiindos!! Amo meus filhotes!

Tucha disse...

Achei o post mto instrutivo, para os amentes dos felinos. Pessoalmente, os acho lindos charmosos, mas tenho uma vida mto complicada para administrar os cuidados com um gatinho.

Valéria Russo disse...

LINDA ESTRELA..
confesso que os bichanos não fazem meu coração bater mais forte, mas os admiro.
são seres unicos e muito especiais..
adorei saber mais a respeito, não sabia do leite..
puxa é um erro clássico, a primeira reação é dar leite pra eles...
tadinhos...
amiga vim agradecer seu carinho em meu aniversário.deixou-me feliz.
obrigada...
bjuivos no seu coração.
loba.
que seus dias sejam radiantes.

lis disse...

Oi Dalva
Estamos bem afinadinhas , também postei Charles Baudelaire e fotos excepcionais da minha gata Pitty.
Dá só uma olhadinha lá,ok?
Adorei todo o texto e as imagens.
beijinhos da
lis

Noslen ed azuos disse...

que gostoso de ler e conhecer este animal fascinante, admito que gosto de gato no telhado, sem dono, livre e vagabundo rsrs.

...e ñ darei mais leitinho pros gatinhos !

bjs
ns

♫ ♪ Wilson ♫ ♪ disse...

Bom dia, Dalva.

Foi o texto mais gostoso que li hoje.

Adoro gatos, tenho dois..rs.

Um beijo no coração e tenha uma maravilhosa semana.

Deus seja contigo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...