terça-feira, 30 de novembro de 2010

Como dar um comprimido a um gato


Não há nada de complicado nisto! Siga os 15 conselhos a seguir e... seja feliz!

I
Pegue o gatinho e aninhe-o no seu braço esquerdo como se segurasse um bebê, tendo o comprimido na palma da mão esquerda. Coloque o indicador e o polegar da mão direita nos dois lados da boquinha do bichano e aplique uma suave pressão nas bochechas. Quando o felino abrir a boca, pegue rápido o comprimido da palma da mão esquerda e atire-o lá para dentro. Deixe o gato fechar a boquinha e engolir.

II
Recupere o comprimido do chão e o gato de detrás do sofá. Aninhe o gato novamente no braço esquerdo e repita o processo.

III
Vá ao quarto buscar o gato e jogue fora o comprimido meio desfeito.

IV
Retire um novo comprimido da embalagem, aninhe o gato no seu braço, segurando firmemente as patas traseiras com a mão esquerda. Obrigue o gato a abrir a mandíbula e empurre o comprimido com o indicador direito até o fundo da boca. Mantenha a boca do gato fechada e conte até 10.

V
Recolha o comprimido de dentro do aquário e o gato de cima do guarda-roupa. Chame a sua esposa (marido) para ajudar.

VI
Ajoelhe-se no chão, tendo o gato firmemente preso entre os joelhos. Segure as quatro patas. Ignore os rosnados ameaçadores do gato. Peça à sua esposa (marido) que segure firmemente a cabeça do bichinho com uma mão e force a ponta de uma régua para dentro da boca do gato com a outra. Ela deve deixar rolar o comprimindo pela régua e esfregar vigorosamente o pescoço do gato.


VII
Desça o gato de cima da cortina e retire outro comprimido da embalagem. Tome nota mental de que precisará adquirir outra régua e mandar consertar as cortinas. Cuidadosamente varra os cacos das estatuetas e dos vasos do meio da sala e guarde-os para colar mais tarde.


VIII
Enrole o gato numa toalha grande e peça à sua esposa (marido) que se deite por cima de forma a que apenas a cabeça do gato apareça por debaixo do sovaco dela (dele). Instale o comprimido na ponta de um canudinho, obrigue o gato a abrir a boca e mantenha-a aberta com um lápis atravessado. Assopre o comprimido do canudinho para dentro da boca do gato.


IX
Consulte a bula para verificar se comprimido de gato faz mal a ser humano. Tome uma cerveja para lavar o gosto da boca. Faça um curativo no antebraço da sua esposa e remova as manchas de sangue do carpete com água fria e sabão.


X
Retire o gato do galpão do vizinho. Pegue outro comprimido. Abra outra cerveja. Coloque o gato dentro do armário e feche a porta até o pescoço de forma que apenas a cabeça fique de fora. Force a abertura da boca do gato com uma colher de sobremesa. Jeitosamente, utilize um elástico como atiradeira para lançar o comprimido pela garganta do gato.

XI
Procure uma chave de fenda e ponha a porta do armário novamente no lugar. Tome a cerveja. Procure uma garrafa de cachaça. Tome um traguinho. Aplique uma compressa fria na bochecha e verifique a data da sua mais recente vacina contra tétano. Aplique uma compressa de cachaça na bochecha para desinfetar. Tome mais um traguinho. Jogue a camiseta no lixo e procure outra no quarto.

XII
Ligue para os bombeiros, pedindo que venham retirar o desgraçado do gato lá de cima da árvore do outro lado da rua. Peça desculpas ao vizinho que se machucou ao tentar desviar-se do gato em fuga. Retire o último comprimido da embalagem.


XIII
Amarre as patas da frente às patas de trás desse danado e prenda-o firmemente à perna da mesa de jantar. Nas mãos, ponha luvas de couro. Do quintal, puxe a mangueira. Empurre o comprimido para dentro da boca da besta, seguido de um pedaço de carne. Segurando firmemente a cabeça desse terror felino, mande-lhe meio litro de água goela abaixo, para que o comprimido desça.
XIV
Tome o que sobrou da cachaça. Peça à esposa que o leve ao pronto-socorro mais próximo. Agüente firme enquanto o médico lhe costura os dedos e o antebraço e retira os restos do comprimido de dentro do olho direito. Lembre-se: "homem não chora". A caminho de casa, use o celular para falar com as casas de móveis para se informar sobre o preço de uma nova mesa de jantar.


XV
Peça à Liga de Proteção aos Animais que mandem um funcionário com urgência para recolher o raio desse bichinho mutante. Ligue para a loja dos animais e pergunte se eles têm tartaruguinhas para vender.


[desconheço a autoria do texto]



9 comentários:

♫ ♪ Wilson ♫ ♪ disse...

Amiga,

Que coisinhas mais fofas..adoro gatinhos ..todos lindos lindos..

Valeu a dica..rs..

Beijos e tenha uma noite de lindos sonhos.

Chica disse...

Rssssssssssssssss....viram como é fácil???rsrsr

beijos,chica

Menina Travessa disse...

Pior q é assim mesmo! Tenho 5 gatos e todos castrados, todos tiveram q tomar remédio em comprimido. Deus! Mas graças a deus já acabou!

Tucha disse...

Me diverti. Vou recomendar para uma amiga que é veterinária e tem um monte de gatos.

Mylla Galvão disse...

Quase me acabei de tanto rir!
A-D-O-R-E-I o post!

Tenho um jeito mais simples:
Amasse o comprimido, dissolva ele na água e utilize uma seringa para empurrar goela abaixo do bichano!
Assim ninguém se machuca... Nem o gato e nem o dono...

Os gatinhos são cute-cute!

bom dia!

bjo

O que elas estao lendo!? disse...

Que coisa mais linda. Venho te ler depois...



E hoje viemos até aqui para te convidar para ler o desafio que lancamos no blog este mês: Me convenca em 3 frases porque devo ler este livro.

Neste mês super agitado nada como uma super dica relâmpago de um bom livro como presente de natal.

Te esperamos lá.

Abracos

Juan disse...

Dalva,

Lindo dia pra você.

Deus te abençoe sempre.

Abraços.

Lis disse...

OI Dalva
amnhã é dia de levar a Pitty a veterinária, Deus me livre de comprimidos .
Morri de rir , é suplicio exagerado hem?
os gatos uns fofos, eu amo
abraços florzinha

Lilá(s) disse...

Conheço bem essas aventuras...a minha gata tem 12 anos, nem conto...
Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...