terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

A linha e o linho

.
.
É a sua vida que eu quero bordar na minha
Como se eu fosse o pano e você fosse a linha
E a agulha do real nas mãos da fantasia
Fosse bordando ponto a ponto nosso dia-a-dia
E fosse aparecendo aos poucos nosso amor
.
Os nossos sentimentos loucos, nosso amor
O zig-zag do tormento, as cores da alegria
A curva generosa da compreensão
Formando a pétala da rosa, da paixão
.
A sua vida o meu caminho, nosso amor
Você a linha e eu o linho, nosso amor
Nossa colcha de cama, nossa toalha de mesa
Reproduzidos no bordado
.
A casa, a estrada, a correnteza
O sol, a ave, a árvore, o ninho da beleza
.
Gilberto Gil

.

.

4 comentários:

Mαğΐα disse...

Ponto a ponto... se faz uma obra de arte. Porque saber amar quem nos ama também é uma arte...

Magikiss

disse...

Dalva adorei este post...Aqui cada vez melhor.parabéns bjs

Dalva disse...

Magia,

Sejamos, então, mestres desta arte!

Beijos!

Dalva disse...

Vi,

Se aqui está cada vez melhor isso se deve ao carinho de pessoas como você!

Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...