sábado, 28 de novembro de 2009

O verdadeiro encontro

.
.
"Então não há nada mais sensato a fazer do que soltarmos as mãos dos trapézios, perdermos a frágil segurança de nossas solidões e nos enlaçarmos em pleno ar. Talvez nos esborrachemos. Talvez saiamos voando. Não temos como saber se vai dar certo - o verdadeiro encontro só se dá ao tirarmos os pés do chão, mas a vida não tem nenhum sentido se não for para dar o salto."

.
Antônio Prata

.

7 comentários:

docce_sarcasmo disse...

amei MTO esse texto! posso postar no meu blog? coloco os creditos do seu ;)

Georgia disse...

Dalva, essa sua imagem já fala muita coisa e agora saltar??? Ai que às vezes tenho medo do salto ser grande demais...mas temos que fazê-lo, nao é mesmo?

Bom fim de semana

Um beijo grande

Apolinário Júnior disse...

Verdade!

Já dei grandes saltos na minha vida, mas o maior deles foi me permitir amar e ser amado... depois disso nada foi igual!

Um beijo, Dalva!
Bom fim de semana,
Apoinário.

Tucha disse...

Sei lá , já saltei tanto do trapézio, as vezes sem rede pra segurar, que hj ando mais cuidadosa, preferindo apenas dançar nas alturas, enfrentar a corda bamba ou fazer graça, vestida de palhaço.

Edilson disse...

Querida Dalva:

Já respondi seu comentário em meu blog, viu? Amei o texto do Antonio Prata... que coisa mais bacana, hein. Lindo fim de semana... bjão.

Wania disse...

Dalva

...a vida não tem nenhum sentido se não for para dar o salto."



Que liiindo este texto de Antonio Prata!
Obrigada pela partilha!



Bom final de semana pra ti,
Bjão

Juliana Lira disse...

É a vida não tem mesmo sentido sem o salto!Nos desprender da segurança das nossas solidões...Sair voando!Ou não, ou apenas nos arriscar, apenas ir a luta da nossa felicidade.
Esse foi o post que até hoje mais gostei aqui!Acho que porque sou uma romantica incorrigível.

Milhões de beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

...